A Humanidade Terá Apenas 15 Minutos para se Preparar antes de uma Super-Tormenta Solar!

 
A Humanidade terá apenas 15 minutos para se preparar ante uma super-tormenta solar
 
Há quem pense que estas notícias recentes, que chegam da Inglaterra alertando para nos prepararmos para uma possível super-tormenta, sejam uma conspiração. Na última semana Tom Bolt da empresa de seguros britânica Lloyd's of London afirmou que a Humanidade está no início do período da maior atividade solar em 11 anos, que poderia afetar tudo, desde os hospitais até o setor bancário, bem como acabar com a energia e "apagar" a comunicação via satélite a qualquer momento.
 
Assim Tom expressou sua preocupação pelas possíveis consequências do chamado "máximo solar", o fenômeno que implica tempestades geomagnéticas e de radiação, perigosas para os sistemas de comunicação.
 
Durante este período, que se repete a cada 11 anos, o campo magnético do Sol fica deformado dado que a linha equinocial gira um pouco mais rápida que os pólos. Neste período, o Sol emite uma radiação bem mais potente do que o normal e as erupções solares violentas ocorrem com mais frequência.
 
A gente dá pouca ou nenhuma atenção à notícia, sabendo que ela vem de um profissional da área de seguros e, pior, em entrevista ao The Sun, no entanto,a coisa começa a ficar tensa quando um grupo de cientistas diz que a Humanidade terá apenas 15 minutos para a maior tormenta solar do século, que pode chegar a qualquer momento e da qual só seremos advertidos 15 minutos antes de que aconteça.
 
Segundo os cientistas da Real Academia de Engenharia britânica uma super-tormenta solar é inevitável e o mundo deveria preparar-se para este evento.
 
– "A Academia recomenda que o Governo estabeleça uma Junta do Clima Espacial para supervisionar estas questões através dos departamentos governamentais", declarou o professor Paul Cannon, que dirigiu a equipe de trabalho da Academia sobre o clima solar extremo.
 
– "Nossa mensagem é: 'Não se assustem, mas se preparem, uma grande tempestade solar vai acontecer um dia e temos que estar preparados para ela'", agregou.
 
Atualmente, as advertências sobre ejeções de massa coronal – umas nuvens de partículas carregadas que causam o maior dano durante uma tormenta solar – são transmitidas pelo Explorador Avançado de Composição (ACE, por suas siglas em inglês), um satélite bem velho que a NASA tem previsão de substituir apenas em 2014.
 
O defeito deste sistema é que adverte sobre uma ejeção apenas 15 minutos antes de que aconteça. Ademais, os especialistas estão preocupados pelo que possa acontecer se o ACE falhar.
 
Ultimamente, os cientistas estão elaborando uma rede mundial de estações de monitorização, preparando-se para um "grande apagão" da comunicação via satélite que poderia acontecer ainda em 2013, depois do severo fenómeno "máximo solar".
 
A maior tormenta geomagnética na história da Humanidade relacionada com esse fenómeno ocorreu em 1859. A labareda de energia solar provocou cortes no serviço de telégrafo e uma aurora boreal visível inclusive nas Caraibas, até ao ponto de que os habitantes das montanhas Rochosas acordaram pensando que tinha amanhecido.
 
 
 

 
 

3 comentários sobre “A Humanidade Terá Apenas 15 Minutos para se Preparar antes de uma Super-Tormenta Solar!

  1. Tudo bem, mas a matéria não explica nada em como se preparar ou ou que deve ser feito pela população se isso acontecer em um lugar aberto. Será que podemos ser afetados fisicamente? Fiquei no escuro e com muitoas dúvidas.

    • 4 HORAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      – inicio de pane em telecomunicações – maior parte dos computadores fora de operação e sem acesso a internet – comunicação somente acessível rádio, tvs à bateria – celulares com operações precárias – hospitais sem geradores em sérios problemas – aparelhos de manutenção da vida começam a desligar – necessidade de transferência de pacientes críticos – sem semáforos sobe índice de colisões – locomoção bastante desgastante se for noturna.
      10 HORAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      Alimentos armazenados via congeladores já descongelaram ( pode-se salgar a carne para evitar a perda) Início do racionamento de água- problemas de segurança (garagens/portões elétricos)- trânsito caótico – início de sensibildiade de danos à economia – problemas da falta de elevadores em prédios (idosos e deficiêntes afetados com mais intensidade) – mobilização de geradores para grandes hospitais- dificuldade de vendas mercados/farmácias que dependem da automatização e autenticação de venda- postos de gasolina não possuem mais bombas manuais (crise de abastecimento) – frigoríficos afetados sem resfriamento
      24 HORAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      Pronunciamento do governo sobre a não previsão de retorno – o abastecimento de água é caótico em grandes cidades – inicio do comprometimento do saneamento- Inicio da pausa de trabalho em empresas automatizadas – Início do stress e confusão em projeções pessoais sem informação anterior- Problemas se o clima estiver em estremos (crianças, enfermos, idosos- se frio- moradores de rua atingidos) – Inicia-se o desaparecimento de abastecimento assim do pronunciamento do governo ( alimento, água, gás e combustível)- início da subida de preços – sensação de feriado nacional- governo pede que evitem de sair de casa – poucos possuem geradores para computadores e ainda assim encontrar uma conexão estável é bem difícil- população ainda “consome” confiantes na volta da energia e das condições de vida anteriores.
      48 HORAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      governo pronuncia ainda a falta de previsão -aumento da busca de abastecimento – iniciam-se saques – inícia-se a atuação policial intensa para controle das massas- iniciam-se alternativas para retirar combustível de postos de combustível automatizados, porém não há previsão de reabastecimento dos mesmos – preços altos – início do comprometimento de produção de combustível – prioridade de abastecimento para hospitais e prédios públicos com escolta- pronuncia-se o cancelamento de aulas por tempo indeterminado – sem combustível não existe a possibilidade de dispor de carros pipas para abastecimento de água- crise no saenamento intensifica-se- bancos em situação de caos com clientes desejosos de retirar seus recursos- cartões de crédito/débito se tornam inúteis- sem celulares- telefones fixos somente em pontos emergenciais.
      15 DIAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      Sistema monetário em caos- carros abandonados pela tentativa de muitos em chegar à algum lugar sem combustível- colapso e contribuição para o impedimento de atendimento (bombeiros/polícia)- cada vez mais as pessoas ficam em casa (medo/expectativa)- inexiste o transporte público – inicia-se a crise de subsistência (fome/ sede/ higiêne)- grandes quantidades de perecíveis estragados são jogados fora, inicia-se o mal cheiro e proliferação (moscas contaminação)- saques em ordem crescente iniciam-se – inicio da atuação do exército nas ruas e também para distribuição racionada de alimento e água- gangues e milícias iniciam suas organizações (proteção e saque de patrimônios) – a polícia inicia uma migração para inserção no exército – lixo acumulado nas ruas – iníciam-se as pandemias e epidêmias- não há condição de atendimento em hospitais – aumenta-se vertiginosamente as vítimas da violência urbana- diabéticos declinam vertiginosamente a saúde (insulina necessita refrigeração)- muitos começam a optar por sair dos grandes centros- o pânico é o maior inimigo neste tempo – estradas intransitáveis pelo abandono de veículos- os que possuem casa de campo/ sítios/ etc são os primeiros a deixarem as cidades. Bicicleta o melhor meio de locomoção neste período.
      30 DIAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      Pessoas do campo começam a temer a invasão- muitos que tem geradores á disel, solar ou eólicas ainda possui energia no campo e vê pouca mudança no panorama ao redor- o quadro nas cidades continua a aumentar em caos- o perigo começa a ser melhor percebido nos grandes centros – Armas e munição valerão mais do que carros- crise no abastecimento de medicamentos chega ao limite- dejetos começam a ser jogados nas ruas aumentando a contaminação – mortos passam a não ser mais enterrados- o governo percebe que não tem estoques não perecíveis que atinjam a necessidade da população – inicio da economia de trocas- barricadas nas cidades limitando o fluxo de quem sai e quem entra – início do processo cooperativo desorganizado- informação circulará apenas através do rádio- Radioamadores e rádios que operam na frequência dos Citizen Band voltam a ter grande utilidade e podem funcionar à baterias de automóveis por longo tempo- luz à noite somente via velas ou lamparinas à óleo- Os velhos dínamos voltam a ter serventia.
      60 DIAS SEM ENERGIA ELÉTRICA
      Quem possui treinamento em sobrevivência encontra alternativas (serão as mais valiosas neste período)- taxa de mortalidade aumenta vertiginosamente-
      voltamos para o século XIX – a não adaptação a um mundo sem tecnologia cria verdadeiros enfermos que dependiam emocionalmente dela- inicia-se a dificuldde de identificação civil- cidades abandonadas – os mais violentos sobrevivem- O Estado quase não existe mais, pois o controle é extremamente precário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s