Fukushima: Outro TUFÃO ainda Mais FORTE desloca-se para o Japão! Isso Não Parece ser Normal!

Imagem de satélite mostra o tufão 27 no Pacífico, ao sul do Japão (Agência Meteorológica do Japão)
Uma grande catástrofe nuclear pode acontecer?Com um dos reatores da usina de Fukushima prestes a desmoronar, outro TUFÃO, nomeado de Francisco, se desloca em direção ao Japão, e fará o mesmo caminho da última tempestade. Ou seja, atingirá Fukushima!

Isso não parece ser normal…

Faz muito tempo que não faço este questionamento: mas, será que isso não está sendo provocado pelas antenas da Haarp?

O tufão 27 (chamado Francisco), que se formou perto da ilha de Guam, no Oceano Pacífico, e pode atingir o Japão na próxima semana, ganhou mais força e apresenta ventos de até 252 quilômetros por hora (70 metros por segundo), informou a Agência Meteorológica em boletim divulgado às 18h45 desta sexta-feira.

O tufão Francisco, classificado pela Agência como “muito forte”, desloca-se a uma velocidade de 15 km/h em direção norte. As previsões indicam que o 27 pode fazer um trajeto parecido com o antecessor 26, que causou muitos danos por onde passou nesta semana, principalmente na região Kanto.

O tufão 26 provocou deslizamentos de terra na ilha Izu Oshima, que fica a lesta da península de Izu (Shizuoka), mas pertence ao governo de Tóquio, na madrugada da última quarta-feira. O número de mortes no local subiu para 25, depois que mais dois corpos foram encontrados na tarde desta sexta-feira.

As equipes de resgate continuam procurando 26 moradores desaparecidos depois que mais de 30 casas inteiras foram arrastadas por correntezas de lama e árvores que desceram a serra durante as chuvas torrenciais.

O governo de Tóquio ordenou medidas preventivas para que um novo desastre não ocorra com o tufão 27, caso faça um trajeto parecido com o 26.

Às 9h desta quinta-feira, o tufão 27 se deslocava lentamente no sentido oeste-sudoeste, com ventos de até 144 quilômetros por hora (40 metros por segundo).

Segundo a Agência Meteorológica, o tufão deve mudar de direção para o norte e ganhar ainda mais força, com ventos de até 216 km/h (60 m/s) no próximo domingo. O trajeto do 27 poderá ser parecido com o número 26.

Os nomes dos tufões
Segundo a Agência Meteorológica do Japão, até 1999 os Estados Unidos eram responsáveis por dar nomes aos tufões, mesmo os formados no Pacífico fora do território norte-americano.
A partir de 2000, com a criação de um conselho composto por 14 países asiáticos, incluindo o Japão, ficou decidido que os tufões receberiam nomes dados pelo país onde se formou. Por exemplo, o número 26 foi chamado de Wipha, que é um nome de mulher na Tailândia.
O 27, chamado Francisco (nome de homem), foi definido pelos Estados Unidos porque se formou perto da ilha de Guam, no território norte-americano.
O conselho dos 14 países atribui 140 nomenclaturas para os tufões, que se revezam com o passar dos anos. O Japão utiliza nomes de constelações, como Tembin (Libra), Yagi (Capricórnio) e Usagi (Lepus).

Tokyo Electric Power (Tepco), companhia que administra a central, registrou nível de 400 mil becquerels de substâncias emissoras de raios beta por litro. Foto: Tepco/AFP

Tokyo Electric Power (Tepco), companhia que administra a central, registrou nível de 400 mil becquerels de substâncias emissoras de raios beta por litro. Foto: Tepco/AFP

Poço de água de Fukushima registra recorde de radioatividade

AFP – Agence France-Presse

Publicação: 19/10/2013 – Atualização: 08:34

A radiação alcançou um nível recorde em um poço de água situado na usina nuclear de Fukushima, perto da cisterna que sofreu um vazamento de 300 toneladas de água tóxica em agosto, anunciou a Tepco, a companhia que opera a central.

A Tokyo Electric Power (Tepco) assinalou que a radiação odetectada em amostras de água dessa piscina, na quinta-feira, era de 400.000 becquerels de substâncias emissoras de raios beta por litro.

É o nível mais alto desde o acidente nuclear ocorrido em março de 2011 em consequência de um tsunami.

Nas amostras extraídas em dis anteriores, o nível era de apenas 60 a 90 becquerels por litro.

O vazamento da cisterna foi descoberto em agosto. A Tepco disse que, desde então, retirou toda a água dessa cisterna e a terra ao redor.

“Podemos ter tirado a maior parte da terra contaminada, mas talvez não todos os materiais radioativos”, admitiu Masayuki Ono, porta-voz da Tepcto, explicando que as fortes chuvas dos últimos dias podem ter arrastadomateriais contaminados para o poço.

Depois do acidente de março de 2011, a Tepco jogou milhares de toneladas de água nos reatores para esfriá-los.

A água radioativa está armazenada em cerca de mil cisternas, apesar de a companhia admitir que houve vazamentos para o mar.

Fontes:

http://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/21994/Tufao-27-ganha-vento-de-ate-252-kmh

http://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/21961/Tufao-n-27-se-forma-perto-de-Guam

http://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2013/10/19/interna_internacional,461543/poco-de-agua-de-fukushima-registra-recorde-de-radioatividade.shtml

http://portuguese.ruvr.ru/news/2013_10_18/Foi-registrado-crescimento-do-n-vel-de-radia-o-na-usina-Fukushima-1-2715/

http://www.libertar.in/2013/10/fukushima-outro-tufao-ainda-mais-forte.html#ixzz2iAgzu4vd

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s