Nova Tecnologia Permite Transmissão da Internet Através da luz!

Pesquisadores chineses conseguiram transmitir informações de distância para a Internet através da luz, em vez do tradicional uso de ondas de rádio (Wi-Fi).
Usando um diodo emissor de luz (LED) de um watt, uma equipe do Instituto de Física Técnica, em Xangai, conseguiram que quatro computadores se ligassem à Internet, informa a EFE .
Integrado com microprocessadores, esta pequena lâmpada pode atingir fluxos de dados até 150 Mb por segundo, disse o professor de Tecnologia da Informação Chi Nan, que liderou a pesquisa.
Vários computadores com esta nova tecnologia serão exibidos na próxima Feira Internacional da Indústria, em Xangai, a partir de 5 de novembro.
A ideia é bem simples. Uma lâmpada pode permanecer em dois estados: apagada ou acesa, exatamente como o bit, que pode apenas assumir valores “0” e “1”. A transmissão de dados por Li-Fi é feita simplesmente ligando e desligando uma lâmpada. O processo é realizado tão rapidamente que se torna imperceptível para o olho humano. A luz é registrada por um fotodetector, que será responsável por transformar a luz em informações.

É claro que o Li-Fi não funciona com lâmpadas comuns, como as incandescentes ou fluorescentes – provavelmente elas queimariam nos primeiros segundos. Os cientistas utilizaram uma lâmpada baseada em LEDs e, de acordo com Harald Haas, um dos autores da tecnologia e professor da Universidade de Edimburgo, assim que as bilhões de lâmpadas das casas e empresas ao redor do mundo adotarem as lâmpadas LED, o Li-Fi estará disponível em praticamente qualquer lugar.

Ainda há muito o que melhorar, no entanto. Inicialmente, lâmpadas adequadas para o Li-Fi serão mais caras, mas os cientistas acreditam que o volume de vendas pode diminuir os custos de fabricação. E, até o momento, a velocidade de transmissão não é tão animadora, ficando apenas na casa dos kilobits por segundo – com algumas lâmpadas especiais, eles esperam atingir até 10 Gbps.

Algumas empresas já utilizam a tecnologia. A Toshiba desenvolveu binóculos marítimos que podem detectar o sinal do Li-Fi emitido por faróis num raio de até 2 km, maior do que o alcance do Wi-Fi tradicional, permitindo ao usuário descobrir as condições de navegação nas imediações. A velocidade é de apenas 1,2 Kbps, então não espere fazer streaming de vídeos do YouTube no meio do mar.

Outra aplicação do Li-Fi, também relacionada ao mar, é uma máscara de mergulho que transmite a voz do usuário por meio de pulsos de luz, que chegam ao fotodetector e são transformados em sinais de áudio. Assim, é possível conversar mesmo a 30 metros abaixo do nível do mar, desde que você esteja disposto a gastar cerca de R$ 4 mil para comprar um desses, claro.

Segundo Chi Este novo sistema supera na eficácia de transmissão mais baratas Wi-Fi e Internet sem fio.
“Como os telemóveis espalhados em todo o mundo milhões de estações para melhorar o sinal, mas a maior parte da energia ( 95% do total) é consumida em sistemas de refrigeração “, disse Chi para explicar a ineficiência do sistema Wi-Fi existentes.
Contra isso, “onde hover uma lâmpada haverá um sinal de Internet “, defende o professor, que destacou ainda há muito para popularizar a nova tecnologia, uma vez que exigiria uma reformulação de muitos equipamentos emissores e receptores de telecomunicações.
  
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s