Cidade inteira nos EUA começa a afundar em pântano e alarma cientistas!

Árvores inteiras são engolidas durante uma estranha efervescência no pântano

Árvores inteiras são engolidas durante uma estranha efervescência no pântano.

A pequena cidade de Bayou Corne, no Estado da Louisiana, no Sul dos Estados Unidos, vive a ameaça de ser engolida por um buraco descoberto em uma área pantanosa que, de acordo com especialistas, traduz-se hoje no maior dos maiores desastres naturais daquele país. A situação alarma cientistas, que não têm pistas de como deter ou contornar o fenômeno. Em agosto de 2012, depois de meses de atividade sísmica inexplicável e uma estranha excitação nas águas, no aquífero da cidade de Bayou Corne, no sul da Louisiana, foi descoberto um túnel de cerca de 5.000 metros quadrados de largura e várias centenas de metros de profundidade, obrigando a evacuação imediata de 350 moradores da localidade.

Mas a descoberta não parou por aí. Um ano atrás, o buraco vem engolindo seres vivos, incluindo ciprestes, peixes e pequenos animais na região; além de casas, carros e tudo em volta, em seu processo de crescimento. Assista ao vídeo do momento em que árvores inteiras são tragadas para o fundo do pântano.

A perfuração realizada pela Texas petroquímica salmoura no vórtice de um depósito de sal, conhecida como a abóbada de Napoleonville, localizado no aquífero, é considerada como responsável pelo colapso do solo, que é revestido por uma camada de óleo e gás natural. Segundo os especialistas, no entanto, o maior perigo é invisível. Desde o colapso do subsolo, a camada de sal atingida libera dezenas de milhões de metros cúbicos de gases explosivos que fluem para o aqüífero e chegam ao ar da comunidade .

O Estado de Louisiana petroquímica ingressou com processo na Corte de Justiça, nesta quarta-feira, contra a Texas Brine, por danos ambientais causados pela cratera causada pela atividade sísmica originária da perfuração iniciada com o objetivo de produzir gás para termelétricas na região. Desde a sua criação, em 2012, o deslizamento de terra aumentou para 240 mil metros quadrados e os moradores da pequena comunidade são submetidos a evacuação contínua porque o buraco, até hoje, continua a crescer de forma aterradora.

Um carro foi recentemente tragado por um buraco aberto no asfalto de uma das ruas da cidade pelas águas do pântano

Um carro foi recentemente tragado por um buraco aberto no asfalto de uma das ruas da cidade pelas águas do pântano.

Fonte: http://correiodobrasil.com.br/meio-ambiente/energia/cidade-inteira-nos-eua-comeca-a-afundar-em-pantanoe-alarma-cientistas/637753/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s